Artigos

Com atuação em diversas áreas do Direito Tributário, os profissionais do Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados possuem intensa e destacada produção acadêmica.

Criação de holding internacional e tributação de lucros auferidos por controladas no exterior


O artigo, desenvolvido a partir de Opinião Legal emitida, busca avaliar os efeitos tributários da criação de holdings no exterior para unificação de operações internacionais de uma empresa. Os problemas ocorrem em razão da interpretação e validade do Art. 43, §2º do CTN e do Art. 74, da Medida Provisória nº 2.158-35/2001, que determinam a incidência sobre os lucros apurados no balanço e não mais sobre lucros disponibilizados. Além de determinar a incidência sobre momento diverso da disponibilização, a Medida Provisória gera conflitos com convenções internacionais para evitar dupla tributação subscritas pelo Brasil, pois alcança indistintamente lucros oriundos de empresas controladas direta ou indiretamente por controladora brasileira.

Analisando decisões conflitantes proferidas no âmbito do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF), o autor frisa a necessidade de avaliação caso a caso, entendendo que a criação de uma holding em país com o qual o Brasil possua tratado contra a dupla tributação da renda para fins de concentração do faturamento de operações internacionais não implica em benefício fiscal no Brasil em relação ao lucro de controladas indiretas situadas em terceiros países com os quais o Brasil não possua tratado contra a dupla tributação.

Acompanhe todas as nossas publicações

Newsletter

Resumo Diário

Assine o RSS

Conteúdo Relacionado

Execução fiscal: a falta de interesse processual em débitos de baixo valor

A execução fiscal, atualmente, é método notoriamente ineficiente, com baixo índice de recuperação de receitas e alto custo operacional. Neste artigo, André Mendes Moreira e Breno Santana Galdino questionam a utilização desse mecanismo para a cobrança de dívidas fiscais de baixa monta, situação na qual a já baixa relação custo/benefício da execução fiscal se torna injustificável.

Selic acrescida a depósitos e indébitos tributários não deve ser tributada

Por André Mendes Moreira e Pedro Henrique Neves Antunes 1) Acréscimos moratórios sobre depósito de tributos e indébito tributário recuperado O depósito de tributos e a repetição do indébito tributário são realidades recorrentes na vida dos contribuintes brasileiros. Aspecto comum a ambos é a incidência da taxa Selic: 1) ao longo do período em que […]

Um novo marco da tributação internacional: blueprints para os pilares 1 e 2 da OCDE

André Mendes Moreira, Fernando Daniel de Moura Fonseca e Aluizio Porcaro Rausch. OCDE promoverá evento virtual de consulta pública em que se pretende discutir o tema. No dia 12 de outubro, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (“OCDE”) oficialmente publicou os Blueprints para os Pilares 1[1] e 2[2], os seus mais recentes projetos […]