Artigos

Com atuação em diversas áreas do Direito Tributário, os profissionais do Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados possuem intensa e destacada produção acadêmica.

Imposto de renda sobre ganho de capital


Imposto de renda sobre ganho de capital. Necessidade de realização e disponibilidade do acréscimo patrimonial. Estudo de caso.

O presente trabalho busca analisar o conceito jurídico-tributário de ganho de capital, diante de um caso concreto: uma pessoa física, detentora de um bem imóvel recebido em doação, que o utiliza para integralizar o capital de uma sociedade limitada. Em troca, recebe cotas da referida sociedade, avaliadas em algumas dezenas de milhões de reais (o equivalente ao valor do imóvel no ato da integralização), mas mantendo em sua declaração o valor histórico do bem. Desse modo, apresentar-se-ão as razões pelas quais acredita-se que o melhor entendimento seja o de que, no caso em questão, não há fato gerador do imposto de renda sobre ganho de capital, uma vez que não há qualquer disponibilidade financeira imediata. Em verdade, o patrimônio do contribuinte permanece inalterado: troca-se um ativo por outro. O art. 23 da Lei nº 9.249/1995, ao disciplinar as operações de integralização de capital, confere ao contribuinte a possibilidade de tomar como referência o custo do bem conferido ao capital ou valor de mercado. A interpretação desse dispositivo não pode ser realizada sem que se considere o que determina o Decreto-Lei nº 1.598/1977, que exige, em diversos dispositivos, a realização financeira para que o ganho de capital seja tributável. Em conclusão: a operação de integralização do bem imóvel em sociedade por cotas é permuta sem torna, intributável pelo imposto de renda quando de sua efetivação.

Acompanhe todas as nossas publicações

Newsletter

Resumo Diário

Assine o RSS

Conteúdo Relacionado

Lei anticorrupção e a responsabilidade do administrador

A exposição versa sobre a Lei anticorrupção e a responsabilidade do administrador. Buscou-se dividir em três partes a apresentação. Uma primeira a contextualização deste movimento, que é global, de combate à corrupção. Uma segunda trata-se brevemente da Lei anticorrupção brasileira. Uma terceira quando estuda-se as consequências para a responsabilidade do administrador, da nova legislação anticorrupção no Brasil.

O Conceito de Insumo na legislação da contribuição para o PIS e da Cofins: estado da arte da jurisprudência no Carf e futuros rumos a partir dos tribunais superiores

MOREIRA , André Mendes; CAMPOS, Eduardo Lopes de Almeida. O conceito de insumo na legislação da contribuição para o PIS e da Cofins: estado da arte da jurisprudência do CARF e futuros rumos a partir dos tribunais superiores. Revista de Direito Tributário Contemporâneo, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 139-162, jul./ago. 2016.

A controvertida relação entre as Receitas Financeiras e a Base de Cálculo do PIS e da Cofins

MOREIRA , André Mendes; FONSECA, Vinícius Simões Borges Espinheira. A controvertida relação entre as Receitas Financeiras e a Base de Cálculo do PIS e da Cofins incidente sobre Instituições Financeiras no Regime Cumulativo. Revista da PGBC, Brasília, v. 11, n. 1, p. 121-151, jun. 2017.