Artigos

Com atuação em diversas áreas do Direito Tributário, os profissionais do Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados possuem intensa e destacada produção acadêmica.

ICMS – não-incidência sobre locação de equipamentos destinados à prestação do serviço de comunicação


Questão que tem suscitado recentes controvérsias entre Fiscos e contribuintes e que está, atualmente, submetida ao pálio do Judiciário, é a da possibilidade de exigência de ICMS-comunicação sobre os valores percebidos pelas empresas de telecomunicações a título de locação de equipamentos utilizados na consecução de sua atividade-fim.

Sobre os serviços de comunicação é cediço que incide o ICMS, por expressa disposição do art. 155, II da CR/88 e do art. 2º, III da Lei Complementar nº 87/96. Todavia, alguns Fiscos estaduais têm exigido ICMS sobre valores percebidos em decorrência da locação de bens móveis. Isso porque, em diversos contratos celebrados pelas prestadoras de serviços de telecomunicação, oferece-se como facilidade para o cliente a opção de alugar o equipamento a ser utilizado, como o cable modem (na Internet a cabo), o aparelho portátil de radiocomunicação (nos serviços dessa natureza), o decodificador de sinais (na televisão a cabo), o PABX (na telefonia), dentre outros. Como se dessume, o objeto da contratação é a mera cessão de direito de uso de equipamento utilizado na prestação do serviço de telecomunicação, mediante remuneração. O serviço em si é contratado em outro instrumento (ou, em alguns casos, no mesmo contrato, mas sempre remunerado de forma apartada da locação). Ora, a locação de equipamentos não é e nunca foi serviço de comunicação. Ao contrário, sequer é serviço, consoante já assentou o Pleno do STF no julgamento do RE nº 116.121/SP. De todo modo, ainda que a locação de equipamentos fosse serviço (o que não é), não seria serviço de comunicação.

Somente este é objeto de tributação pelo ICMS, como se dessume da letra da Constituição e da LC nº 87/96. A locação de aparelhos não satisfaz o primeiro e basilar requisito autorizativo da cobrança do ICMS-comunicação pois não há qualquer transmissão de mensagem quando o usuário aluga um equipamento, inexistindo, via de conseqüência, as fontes transmissora e receptora. A locação de equipamentos é, aliás, dispensável quando o usuário já tiver o aparelho ou optar pela sua compra.

Referência:

MOREIRA, André Mendes. ICMS – não-incidência sobre locação de equipamentos destinados à prestação do serviço de comunicação. Revista Trinolex. São Paulo, p.49 – 51, 2005.

Acompanhe todas as nossas publicações

Newsletter

Resumo Diário

Assine o RSS

Conteúdo Relacionado

Aspectos controvertidos da incidência de contribuições previdenciárias sobre a produção rural

Este artigo tem o objetivo de abordar, de maneira ampla, os aspectos controvertidos da incidência de contribuições previdenciárias sobre a produção rural.

Lei anticorrupção e a responsabilidade do administrador

A exposição versa sobre a Lei anticorrupção e a responsabilidade do administrador. Buscou-se dividir em três partes a apresentação. Uma primeira a contextualização deste movimento, que é global, de combate à corrupção. Uma segunda trata-se brevemente da Lei anticorrupção brasileira. Uma terceira quando estuda-se as consequências para a responsabilidade do administrador, da nova legislação anticorrupção no Brasil.

O Conceito de Insumo na legislação da contribuição para o PIS e da Cofins: estado da arte da jurisprudência no Carf e futuros rumos a partir dos tribunais superiores

MOREIRA , André Mendes; CAMPOS, Eduardo Lopes de Almeida. O conceito de insumo na legislação da contribuição para o PIS e da Cofins: estado da arte da jurisprudência do CARF e futuros rumos a partir dos tribunais superiores. Revista de Direito Tributário Contemporâneo, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 139-162, jul./ago. 2016.

Assine nossa Newsletter

Acompanhe as publicações do SCMD no seu e-mail.