Artigos

Com atuação em diversas áreas do Direito Tributário, os profissionais do Sacha Calmon – Misabel Derzi Consultores e Advogados possuem intensa e destacada produção acadêmica.

Não-cumulatividade tributária no Brasil e no mundo: origens, conceito e pressupostos


Quando se fala em cumulação de tributos, há três realidades possíveis e distintas, a saber: exigência de dois ou mais tributos sobre o mesmo fato, inclusão de tributos na base de cálculo de outras exações, incidência do tributo em dois ou mais estádios da cadeia produtiva.

A primeira hipótese – incidência de tributos idênticos sobre o mesmo fato gerador – pode caracterizar a bitributação (se dois entes distintos exigirem gravame idêntico sobre uma só realidade) ou o bis in idem (se ambas as exações forem cobradas pelo mesmo ente estatal).

A segunda hipótese de superposição contributiva ocorre quando se incluem na base de cálculo das exações o valor de outros tributos. Essa prática, pouco comum noutras plagas, tem sido adotada amiúde pelas leis tributárias brasileiras, como ocorre com o “cálculo por dentro” do ICMS. Para além deste, tem-se ainda cumulação de incidências com a inclusão do ICMS nas bases de cálculo do IPI e do PIS/COFINS; a inclusão da CSLL na base tributável pelo IRPJ, inter alii. Com isso, a alíquota real do tributo torna-se superior àquela nominalmente constante da lei, pois a exação passa a gravar uma base majorada. Inobstante os equívocos de tal sistemática, a jurisprudência pátria tem admitido inclusões de valores tributários no cálculo do quantum debeatur de outras exações.

A terceira e última modalidade de cumulação de tributos consiste na incidência do mesmo gravame em mais de uma etapa da cadeia produtiva, o que é passível de ocorrer apenas nos tributos incidentes sobre a produção e comercialização de bens e serviços. Afinal, somente nesses casos tem-se um liame lógico-operacional desde a primeira incidência tributária, no início da cadeia, até a aquisição do bem ou serviço pelo consumidor final.

Exações cujas hipóteses de incidência sejam fatos estanques, não situados no bojo de um processo de circulação de riquezas, não permitem a visualização desta modalidade de superposição tributária.

Referência:

Não-cumulatividade tributária no Brasil e no mundo: origens, conceito e pressupostos. In: Sistema Tributário Brasileiro e a Crise Atual – VI Congresso Nacional de Estudos Tributários. CARVALHO, Paulo de Barros e SOUZA, Priscila de. São Paulo: Noeses/IBET, 2009, pp. 47-88.

Acompanhe todas as nossas publicações

Newsletter

Resumo Diário

Assine o RSS

Conteúdo Relacionado

Tax liabilities within groups of companies: case study of Brazil

The objective of this paper is to identify the limitations for the selection of companies within the same corporate group to bear the unpaid taxes due by their co-companies at the Brazilian legal framework. Initially, we analyze the limitations to the selection of the taxpayer and the concept of corporate groups in Brazilian law.
After, we demonstrate the specific restrictions to the transfer of tax obligations to third parties imposed by the National Tax Code and, in the end, we analyze a specific Brazilian legal provision that allocate joint and several liability due to mere belonging to a corporate group. Given this effort, we concluded that simply belonging to a corporate group is not a reason for transferring tax responsibility as per the National Tax Code and, therefore, this cannot be adopted by the Tax Authorities and by the Court System as justification for allocating tax responsibility onto a different company.

Descontos concedidos por Operadoras de Telefonia na Venda de Aparelhos Celulares

“Logo, ao cancelar prematuramente o plano de serviços de telecomunicação contratado por ocasião da fruição do desconto no preço de compra do aparelho celular, está o usuário/adquirente descumprindo cláusula contratual vinculada ao próprio contrato de telecomunicação – e não ao contrato de compra e venda de equipamento.”

Aspectos controvertidos da incidência de contribuições previdenciárias sobre a produção rural

Este artigo tem o objetivo de abordar, de maneira ampla, os aspectos controvertidos da incidência de contribuições previdenciárias sobre a produção rural.

Assine nossa Newsletter

Acompanhe as publicações do SCMD no seu e-mail.